Professoras

Simone Martinelli

Formada em comunicação social pela PUC-SP, conheceu a dança através de uma viagem aos Emirados árabes se encantou pela arte e pelos costumes.

Tem formação em Dança Oriental com as Profas. Hadra ; Dúnia La Luna; Mayara Al Jamila; Aysha Almeé; Patrícia Bencardini com o curso para formação e especialização de professoras de dança do ventre.

Participou de diversos workshops na área de terapias alternativas, psicologia e Dança Oriental, tendo nestes, cursos de filosofia oriental, pirofagia, psicologia da Alma ministrado por Gilda de Aquino; Workshops com bailarinas egípcias Rhanda Kamel e Raqia Rassan , e o bailarino egípcio Yousry Shari e também com a bailarina Argentina do famoso grupo Bellydance SuperStarts Saida, além do curso de ATS (American Tribal Style) e Tribal Fusion em 2006.

Desenvolveu vários Workshops e cursos entre "O método Sherazade de contar história ao dançar" e “A Dança do Ventre e Os 4 Elementos ". Atua como professora desde 2000. Idealizadora do Al Jawhara, são 6 anos dedicados ao estudo da dança e do feminino. 

"É impressionante a mudança na mulher quando ela começa a praticar a dança do ventre. De repente o corpo começar a se soltar, a mente começa a viajar, o espírito se religa ao centro da alma feminina....o olhar muda, o cabelo muda, as roupas mudam, os sentimentos mudam e como mudam....nossos pensamentos buscam o mistério. O véu que nos cobria se abre e a mulher que estava adormecida é despertada e trazida a luz! A rotina diária se transfoma, a batalha muda o foco e descobrimos um mundo novo cheio de luz, de autoconhecimento, de força, muita força. A mulher quando inicia seus estudos na dança oriental, realiza uma grande viagem de autoconhecimento". Simone Martinelli 
 
Formação e experiência
 
Vídeo





Luna Hadarah 


Teve seu primeiro contato com a Dança do Ventre em 2001, desde então seu interesse aumenta a cada dia. Iniciou seus estudos com Gracy Rojas, em seguida teve aulas com Mahaila el Helwa, Isis e Hayat el Helwa. Já realizou workshops com grande bailarinas nacionais e internacionais como Jillina, Randa Kamel, Saida, Mona el Said, Dina, Raquia Hassan, Mahaila el Helwa, Hayat El Helwa, Hayanah el Helwa, Isis e Lunah. Apresenta-se em restaurantes, espaços culturais e eventos em geral.

Danço com as palavras, com a melodia, com a percussão;
Danço sozinha, em palcos, entre a multidão;
Danço com as mãos, com os olhos, com o ventre;
Danço com o corpo, com a alma, com a mente;
Danço a rir, a chorar, a sonhar;
Danço quando amo, amo dançar;
Danço para ti, danço para mim;
Danço hoje, amanhã e nunca terá fim.

"Danço com paixão porque amo o que faço, não pretendo parar de dançar e de me aperfeiçoar, a Dança do Ventre faz parte da minha vida! É muito gratificante ver os benefícios e satisfação que esta arte traz às mulheres, todas deveriam experimentar!" Luna Hadarah


Formação e experiência


Vídeo

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é bem-vindo!

Ao dançar, nos reencontramos com tribos do nosso inconsciente adormecido...Uma mistura de conceitos, de ideias, de movimentos, geram a dança. Uma expressão cultural respeitada e admirada por todas nós. Uma viagem pelas tribos ancestrais da grande mãe, da natureza feminina... Descubra nossas aulas de Dança Tribal

Fale Conosco
Al Jawhara
peça no contato
São Paulo, Brasil